Para afastar o povo que é contra o golpe, Renan Calheiros suspende visitas ao Congresso Nacional

O Programa de Visitação ao Congresso Nacional foi suspenso a partir desta quarta-feira (24/08)
até o dia 2 de setembro. A medida foi adotada por iniciativa do presidente do Senado, Renan Calheiros, para evitar a presença do povo durante a votação do impeachment de Dilma Rousseff, que pode consolidar o golpe de Estado parlamentar, afastando a presidente sem que ela tenha cometido crime de responsabilidade.
 
 Fuente: Brasil Popular


O medo da presença do povo é reflexo da recente pesquisa divulgada pelo Instituto Vox Populi, em que 79% dos brasileiros defendem a saída imediata de Temer, mostrando que a esmagadora maioria da população é contra o golpe.

Normalmente, a visita inclui espaços do Senado e da Câmara e pode ser realizada todos os dias, inclusive aos sábados, domingos e feriados, das 9h às 17h30, com grupos saindo a cada meia hora. De terça a quinta-feira, somente grupos agendados com antecedência podem participar.

Comentarios